terça-feira, 16 de julho de 2013

Estímulos para ESCRITA!



1 - Ritmo: 
 A professora faz um ritmo de batidas (ex. com palmas, com uma caneta na mesa, com instrumento) e todos devem seguir aquele ritmo. Depois faz-se o mesmo contando, em números, as partes do ritmo. Depois o mesmo falando sílabas ao invés de contar números. O mesmo pode ser feito ainda com palavras – por exemplo, se o ritmo tem 4 tempos, falam-se palavras de 4 sílabas enquanto se bate o ritmo.

2 – Análise-síntese visual e auditiva:
 Escrever sílabas de cada palavra em cartões ou pedaços de papel e mostrar às crianças as sílabas (uma palavra por vez) para que elas descubram qual é a palavra e a montem. Pode-se fazer esta atividade em equipes, sendo que a equipe que montar primeiro a palavra certa deverá copiá-la – cada um copia em seu caderno. Por fim, a equipe que tiver conseguido mais palavras ganha o jogo. O mesmo tipo de atividade pode ser feito com frase dando-se as palavras separadamente, para as crianças organizarem formando uma frase.
Obs.: Tanto as sílabas quanto as palavras das frases não precisam ser apresentadas às crianças em cartões separados, podendo ser apenas escritos fora de ordem.

 3 – Dizer se as frases estão certas ou erradas e por quê.
 Pode-se dividir a turma em equipes.
 • Compramos muitos discos na semana passada. (C)
 • A unha roeu o menino. (E)
 • Foram passear o carro. (E)
 • A criança está comendo a manga da camisa. (C)
 • Conseguimos assistir o filme que queríamos. (C)
 • As roupas modernas estão muito caras. (C)
 • O rádio assustou uma música. (E)
 • A bola chutou um gol. (E)
 • O homem atropelou o carro. (E)
 • O sol ajudou a secar as roupas. (C)
 • Coloque a bola sempre a caixa. (E)
 • O sapato colocou o menino. (E)
 • Visitamos seus parentes ontem à tarde. (C)
 • Algumas pessoas gostam de passear na feira. (C)
 • Ele foi passear no São Paulo. (E)
 • As árvores têm muitas florestas. (E)
 • O carro correu demais. (C)
 • O João levantou e penteou os dentes. (E)
 • O menino não caiu quando chorou. (E)
 • Os pássaros voam porque têm asas. (C)
 • Minha mãe não gosta de ver as músicas do rádio. (E)
 • Quando chegou em casa, meu pai vai colocar o chinelo. (E)
 • Os peixes nadam na água. (C)

 4 – Dizer o que está errado nestas frases e por quê:
       - Mamãe foi à feira e comprou um mamão, 2 dúzias de bananas, 1 caixa de morangos e uma sapataria.        - Mamãe foi ao cabeleireiro e cortou os cabelos, fez as unhas, fez o jantar e tirou as sombrancelhas.
       - No zoológico vimos o leão, as poltronas, um tigre, 2 macacos e vários passarinhos.
       - Hoje no almoço quero comer sardinha, macarrão, milho cozido e colher.
       - Quando João sai de casa, ele toma cuidado para não cair da escada e quebras as meias.
       - O relógio parou daqui a uma hora.

 5 – Completar as frases (pode-se falar e depois escrever):
        • Quem pode ________________________________
        • Eu não consegui saber se _______________________________
        • Cuidado! Você quase ______________________________
        • A bola que meu __________________________
        • Eu queria ir viajar, mas _________________________
        • A cadeira caiu, porém ___________________________________
        • A coragem do ________________________________________
        • A comida que ela ________________________________
        • Estava chovendo forte, mas _________________________
        Pode-se inventar outras com: pois, porque ...

 6 – Memória auditiva:
       Dividir a turma em duas equipes ou mais. A professora falará várias palavras para uma das equipes; quando terminar, todos daquela equipe deverão repetir as palavras (todas que lembrarem). Depois faz-se o mesmo para a outra equipe, cuidando para falar o mesmo número de palavras, com o mesmo número de sílabas. A equipe que se lembrar de mais palavras ganha o ponto. Pode-se dar ponto também se as palavras forem lembradas na mesma ordem em que foram ditas. A professora deve escrever as palavras para facilitar.

7 – Jogo de loto com palavras difíceis: 
 Pode-se escolher palavras com: ss, ç, ce, ci, ch, x, ge, gi, j, s, z. A professora escreve muitas palavras na lousa e a turma as lê. Depois, cada criança pegará um folha e a dividirá em partes (quadrados, como no jogo de bingo), tantas partes que sejam menos da metade do número de palavras escritas na lousa. ( Ex.: se a professora escreveu 25 palavras na lousa, cada criança deverá dividir sua folha em 10 quadrados.) Em seguida, cada criança copia da lousa algumas palavras ( as que quiser), uma em cada quadrado de sua folha. A professora deverá escrever todas as palavras da lousa em papeis separados e dobrá-los, para serem sorteados. Inicia-se o jogo: cada palavra sorteada será marcada pela(s) criança(s) que a tiver escrita em seu papel. A criança que completar primeiro sua cartela ganha o jogo. Dependendo das crianças, faz-se a atividade com palavras fáceis.

8 – Leitura de palavras da lousa:
 A professora deverá escrever palavras difíceis na lousa e o primeiro que conseguir ler cada uma corretamente ganha ponto. Em seguida todos leem a palavra. Pode-se dividir a turma em 2 ou mais equipes para fazer esta atividade, sendo cada vez um componente de cada equipe escolhido para a competição.

9 – Leitura e escrita de frases: 
A professora deverá escrever na lousa muitas palavras – podem ser palavras com ch, x, s, ss, ç, ce, ci, z, ge, gi, j – e todos deverão copiá-las no caderno. inicia-se a brincadeira: cada criança com uma folha em branco, deverá escolher qualquer uma das palavras do caderno e formar uma frase com ela, escrevendo-a na folha. Deverá grifar embaixo da palavra escolhida na frase, dobrar a ponta da folha onde está a frase escrita, a fim de escondê-la. Então deverá passar a sua folha (com a frase escondida) para o colega da frente e pegar a folha do colega de trás. Deverá escrever na folha que recebeu do colega, a palavra que usou para escrever a sua frase (escrever logo abaixo de onde a folha está dobrada). Então cada criança irá ler a frase que o colega havia escrito (após desdobrar a folha) e depois irá ler a mesma frase trocando a palavra do colega (grifada) pela sua palavra – observar que algumas ficam engraçadas.

10 – Elaboração de histórias: 
A turma deverá ser dividida em equipes. Para cada equipe serão dados objetos variados ou figuras. Cada equipe terá um tempo para elaborar uma história em que entrem todos aqueles objetos ou figuras recebidas. Deverão então contar a história para o resto da turma. Se conseguirem, ganham ponto. Obs.: Para que todos participem, pode ser dado um ou dois objetos ou figuras para cada criança da equipe, que deverá contar a parte da história em que entra seu objeto ou figura.

11 – Descrição de objetos: 
A turma deverá ser dividida em 2 equipes. Será escolhida cada vez uma criança, para a qual a professora falará um nome de objeto (ex.: bola). A criança deverá dirigir-se à sua equipe e descrever o objeto, sem falar o nome – dar as características, dizer o formato, para quê serve, de que é feito, etc. Se alguém da equipe descobrir qual é o objeto, a equipe ganha ponto. Depois o mesmo se fará com uma criança da outra equipe.

12 – Re-contar uma história: 
A professora deverá contar uma história para uma criança (pode ser lida e esta não deve ser muito curta). Esta criança deverá contar a história para outra criança que não a escutou, pois saiu da sala, e o mesmo pode se fazer com várias crianças. Algumas crianças devem ficar na sala desde o começo, para perceberem todas as mudanças ocorridas desde o começo da narrativa. Lista de palavras para as atividades 7 e 9. As palavras abaixo podem ser usadas juntas, na mesma atividade, sendo que, antes de escrevê-las, a professora deverá dividir a lousa em 3 partes e em cada uma delas escrever um “som” e lê-lo, para as crianças repetirem. Depois, falará uma palavra de cada vez, de qualquer coluna das 3, aleatoriamente, e as crianças deverão dizer em qual coluna deve ser escrita aquela palavra:


As, ES, Is, Os, Us
Esperança Beliscão Plastico Fósforo Ostra Hóstia Mascara Bosque Pescaria

Ar, Er, Ir, Or, Ur 
Armário Tartaruga Morcego Ervilha Hortaliças Herdeiro Perna Caverna

An, En, In, On, Un/ Am, Em, IM, Om, Um
Parente tempo Quente Vampiro Pente Bomba Brincadeira Montanha Embora Príncipe Empada Tenente 
Outras palavras difíceis: • Alface, alvo, ultimo, calma, mingau, • Primeiro, granja, placar, atrevido, processo,planejar, princesa, blusa, magro, promoção.

As palavras estão divididas em colunas, de acordo com um som que elas contêm (o som está escrito sobre cada coluna). Para usar as palavras difíceis, é conveniente usar apenas as de uma coluna em cada atividade. Antes das crianças lerem ou copiarem as palavras, a professora deverá falar o som que elas contêm e todos deverão repeti-lo.


Som: xxx...
Som: sss...
Som: zzz...
Som: jjj
Machucado
Socorro
Prejuízo
Canjica
Faxineira
Bacia
Beleza
Gerente
Mexerica
Palhaço
Azeitona
Major
Caprichado
Passeio
Moleza
Gigante
Bicho
Carrocel
Buzina
Gincana
Choramingando
Assunto
Casamento
Caramujo
Xingando
Macio
Bazar
Geladeira
Chupeta
Pescoço
Tristeza
Ajudante
Colchonete
Travessa
Coisinha
Vigiar
Bichinho
Travesseiro
Azedo
Mágico
Lixo
Plantação
Cozinheiro
Fingido
Lagartixa
Alcançar
Besouro
Jogador
Bexiga
Preciso
Tesouro
Juiz
Chocolate
Progresso
Tesoura
Folhagem
Chinelada
Paciência
Música
Jogo
Chegada
Assustado
Azarado
Caju
Chave
Moça
Camiseta
Imagina
Xícara
Maçã
Prazer
Viagem
Xadrez
Aliança
Azulado
Viajar
Mexer
Urso



Cimento



Salada



Palavras dissílabas
Palavras trissílabas

Palavras com 4 sílabas
Palavras com 5 sílabas
Bola
Boneca
Televisão
Motocicleta
Lápis
Cuidado
Tartaruga
Temperatura
Ouro
Sapato
Bicicleta
Caminhonete
Vidro
Cabelo
Maravilha
Atividade
Prato
Parede
Maçaneta
Penalidade
Tapa
Cadeira
Cotovelo
Comportamento
Pote
Caderno
Complicado
Aparecida
Cinto
Besouro
Misturado
Acolchoado
Azul
Bochecha
Balancinha
Contribuição
Mesa
Biscoito
Ramalhete
Apartamento
Casa
Chiclete
Acostumar
Velocidade
Cama
Peteca
Menininho

Unha
Tesoura
Travesseiro

Boné
Caneta
Almofada

Prego
Silêncio
Prejuízo

Bala
Macaco
Pedregulho

Lata
Macarrão
Machucado

Maçã
Soldado
Telefone

Papel
Cinema


Tinta
Fantasma


Tampa
Atleta



Peneira



Basquete


Fonte:http://cognoartpsicopedagogiaearteterapia.blogspot.com.br/

Um comentário :

Fique a vontade.Compartilhe sua opinião!
Gosto de trocar e somar ideias.
Obrigada pela visita!
Um abraço, Rosangela

RESULTADO EM AÇÂO!



csp6961069

Na aventura de aprender de nossas crianças e jovens,
pais e professores são a bússola para o caminho de
descobertas e aprendizagens significativas e felizes.
(Rosangela Vali - Pedagoga e Psicopedagoga)

"Somos diferentes, mas não queremos ser transformados em desiguais. As nossas vidas só precisam ser acrescidas de recursos especiais".

(Peça de teatro: Vozes da Consciência,BH)

MotivAÇÃO FAZ BEM!

Hoje Acordei Para Vencer! A automensagem positiva logo pela manhã é um estímulo que pode mudar o seu humor, fortalecer sua autoconfiança e, pensando positivo, você reunirá forças para vencer os obstáculos. Não deixe que nada afete seu estado de espírito. envolva-se pela música, cante ou ouça. Comece a sorrir mais cedo. ao invés de reclamar quando o relógio despertar, agradeça a Deus pela oportunidade de acordar mais um dia. O bom humor é contagiante: espalhe-o. Fale de coisas boas, de saúde, de sonhos, com quem você encontrar. Não se lamente, ajude as outras pessoas a perceber o que há de bom dentro de si. Não viva emoções mornas e vazias. Cultive seu interior, extraia o máximo das pequenas coisas. Seja transparente e deixe que as pessoas saibam que você as estima e precisa delas. Repense seus valores e dê a si mesmo a chance de crescer e ser mais feliz. Tudo que merece ser feito, merece ser bem feito. Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação. Mude, opine, ame o que você faz. Não trabalhe só por dinheiro e sim pela satisfação da "missão cumprida". Lembre-se: nem todos têm a mesma oportunidade. Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere pelo melhor. Transforme seus momentos difíceis em oportunidades. Seja criativo, buscando alternativas e apresentando soluções ao invés de problemas. Veja o lado positivo das coisas e assim você tornará seu otimismo uma realidade. Não inveje. Admire! Seja entusiasta com o sucesso alheio como seria com o seu próprio. Idealize um modelo de competência e faça sua auto-avaliação para saber o que está lhe faltando para chegar lá. Ocupe seu tempo crescendo, desenvolvendo sua habilidade e seu tempo. Só assim não terá tempo para criticar os outros. Não acumule fracassos e sim experiências. Tire proveito de seus problemas e não se deixe abater por eles. Tenha fé e energia, acredite: Você pode tudo o que quiser. Perdoe, seja grande para os aborrecimentos, pobre para a raiva, forte para vencer o medo e feliz para permitir a presença de momentos infelizes. Não viva só para seu trabalho. Tenha outras atividades paralelas como: esportes, leitura... cultive amigos. O trabalho é uma das contribuições que damos para a vida, mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações. Finalmente, ria das coisas a sua volta, ria de seus problemas, de seus erros, ria da vida: "A gente começa a ser feliz quando é capaz de rir da gente mesmo". (Autor desconhecido)

Dicas de FAZER o BEM faz BEM!

“Ninguém e nada cresce sozinho. Sempre é preciso um olhar de apoio. Uma palavra de incentivo. Um gesto de compreensão. Uma atitude de segurança. Devemos, assim, sermos gratos. Aos que nos ajudaram a crescer. E termos o propósito de não parar. E não passar em vão pela vida”. (autor desconhecido)

Aprender no Coletivo!

"Quanto mais rica

a experiência humana,

tanto maior será

o material disponível

para a imaginação e

a criatividade".

(Lev S. Vygostsky)


Na aventura de aprender de nossas crianças e jovens, pais e professores são a bússola para o caminho de descobertas e experiências
significativas e felizes.
(Rosangela Vali - Pedagoga e Psicopedagoga)


ATENDIMENTO PSICOPEDAGOGICO


Sou participante em...

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...
Salmo 16:8 -
(Com ELE, nos FORTALECEMOS!)

Selinhos Amigos e Parceiros neste BLOG! OBRIGADA!