segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Mandala como recurso à Aprendizagem

A palavra mandala vem do idioma sânscrito e significa "círculo"."manda" significa essência e "la" significa conteúdo.Ela simboliza o interior da personalidade de cada um, por isso, costuma-se dizer que a mandala é um mapa do inconsciente.que serve especialmente ao propósito de exteriorização - ou seja, de manifestação interna para o exterior.
As mandalas são criações de imagens simétricas com um ponto central para focar algo que se sente e se quer realizar na prática.Envolve uma reflexão e a criação de perspectivas enquanto sentimentos subjetivos.
Segundo C. G. Jung, representa o encontro com a própria essência: é a visualização do que temos por dentro, aquilo que não conseguimos enxergar olhando fisicamente para nós mesmos. Nossa expressividade na mandala, nos mostra nossa Essência, nosso ponto de ligação com o Poder Maior que nos vivifica, com as estruturas que nos compõe como indivíduos e também das estruturas que nos compõem como seres sociais e aprendizes.
Para a criança e para o adolescente é uma forma de expressão, de se energizar, potencializar suas crenças e possibilidades de se fazer presente no ambiente em que se encontra ou deseja ser percebido.Abrir caminhos e possibilidades de ser e estar como agente participativo e produtivo em qualquer área do conhecimento.
As mandalas se apresentam na maioria das vezes em círculos, mas podem aparecer em formas ovaladas, octogonais ou quadradas, sempre com uma estrutura fechada e uma imagem central. Os desenhos podem ser geométricos, pinturas sagradas, abstratos e simbolizam a relação entre o homem e o cosmo, o eu inteiro e todo o universo, integração e totalidade.
Na perspectiva psicopedagógica  podemos trabalhar as sensações latentes e que necessitam se expandir com consciência clara e objetiva para o aprendizado.Se libertar inconscientemente de algumas amarras físicas, emocionais e sociais. 
Há uma vasta variedade de mandalas e de materiais na criação dessa arte que envolve criatividade, concentração, organização, cooperação. 
Enfatizo que as mandalas são criações de imagens com um ponto central para focar algo que se sente, se quer exteriorizar inconscientemente ao seu entorno.Envolve uma reflexão e a criação de perspectivas subjetivas.Enfim...sensações latentes e que necessitam se expandir com consciência clara e objetiva.
O psicopedagogo, professor e profissional afim, deve proporcionar preferencialmente um clima de introspecção usando um ambiente facilitador e aconchegante.É bem recomendado possibilitar o contato com a mandala quando há alguém agitado, impaciente no grupo.Ela tem o poder de o acalmar e organizar internamente.
Pode oferecer modelos de mandalas; mandalas para pintar; materiais para construir mandalas,as quais podem ser feitas com elementos da natureza como partes de plantas, vegetais diversos, areias coloridas, brinquedos em miniaturas coloridos, papeis coloridos....enfim mil e uma possibilidades de construção.
Conforme o público que se esteja atendendo e trabalhando, as mandalas podem ser confeccionadas de modo individual, duplas, trios, enfim grupos não muito numerosos.Acredito que até quatro pessoas seria o mais recomendável.Pois assim há maior comunicação e entendimento do grupo enquanto proposta de trabalho e objetivo a ser definido para a confecção da mandala.
O ideal depois da mandala construída é que seja exposta no ambiente particular ou coletiva do(a) criador(a).Assim, a visualização da mandala aciona o recurso interno do pensamento para a expansão de sua própria identidade liberta, significativa, imaginativa, criativa e produtiva.É recomendado usar em cantinhos de leitura, matemática,arte,etc.Decidir com o grupo também é bem significativo.
Espero que tenha contribuído para quem gosta do tema e quer inovar seu campo de atuação psicopedagógica ou outra afim.
Conte comigo,Rosangela Vali.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Fique a vontade.Compartilhe sua opinião!
Gosto de trocar e somar ideias.
Obrigada pela visita!
Um abraço, Rosangela

RESULTADO EM AÇÂO!



csp6961069

Na aventura de aprender de nossas crianças e jovens,
pais e professores são a bússola para o caminho de
descobertas e aprendizagens significativas e felizes.
(Rosangela Vali - Pedagoga e Psicopedagoga)

"Somos diferentes, mas não queremos ser transformados em desiguais. As nossas vidas só precisam ser acrescidas de recursos especiais".

(Peça de teatro: Vozes da Consciência,BH)

MotivAÇÃO FAZ BEM!

Hoje Acordei Para Vencer! A automensagem positiva logo pela manhã é um estímulo que pode mudar o seu humor, fortalecer sua autoconfiança e, pensando positivo, você reunirá forças para vencer os obstáculos. Não deixe que nada afete seu estado de espírito. envolva-se pela música, cante ou ouça. Comece a sorrir mais cedo. ao invés de reclamar quando o relógio despertar, agradeça a Deus pela oportunidade de acordar mais um dia. O bom humor é contagiante: espalhe-o. Fale de coisas boas, de saúde, de sonhos, com quem você encontrar. Não se lamente, ajude as outras pessoas a perceber o que há de bom dentro de si. Não viva emoções mornas e vazias. Cultive seu interior, extraia o máximo das pequenas coisas. Seja transparente e deixe que as pessoas saibam que você as estima e precisa delas. Repense seus valores e dê a si mesmo a chance de crescer e ser mais feliz. Tudo que merece ser feito, merece ser bem feito. Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação. Mude, opine, ame o que você faz. Não trabalhe só por dinheiro e sim pela satisfação da "missão cumprida". Lembre-se: nem todos têm a mesma oportunidade. Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere pelo melhor. Transforme seus momentos difíceis em oportunidades. Seja criativo, buscando alternativas e apresentando soluções ao invés de problemas. Veja o lado positivo das coisas e assim você tornará seu otimismo uma realidade. Não inveje. Admire! Seja entusiasta com o sucesso alheio como seria com o seu próprio. Idealize um modelo de competência e faça sua auto-avaliação para saber o que está lhe faltando para chegar lá. Ocupe seu tempo crescendo, desenvolvendo sua habilidade e seu tempo. Só assim não terá tempo para criticar os outros. Não acumule fracassos e sim experiências. Tire proveito de seus problemas e não se deixe abater por eles. Tenha fé e energia, acredite: Você pode tudo o que quiser. Perdoe, seja grande para os aborrecimentos, pobre para a raiva, forte para vencer o medo e feliz para permitir a presença de momentos infelizes. Não viva só para seu trabalho. Tenha outras atividades paralelas como: esportes, leitura... cultive amigos. O trabalho é uma das contribuições que damos para a vida, mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações. Finalmente, ria das coisas a sua volta, ria de seus problemas, de seus erros, ria da vida: "A gente começa a ser feliz quando é capaz de rir da gente mesmo". (Autor desconhecido)

Dicas de FAZER o BEM faz BEM!

“Ninguém e nada cresce sozinho. Sempre é preciso um olhar de apoio. Uma palavra de incentivo. Um gesto de compreensão. Uma atitude de segurança. Devemos, assim, sermos gratos. Aos que nos ajudaram a crescer. E termos o propósito de não parar. E não passar em vão pela vida”. (autor desconhecido)

Aprender no Coletivo!

"Quanto mais rica

a experiência humana,

tanto maior será

o material disponível

para a imaginação e

a criatividade".

(Lev S. Vygostsky)


Na aventura de aprender de nossas crianças e jovens, pais e professores são a bússola para o caminho de descobertas e experiências
significativas e felizes.
(Rosangela Vali - Pedagoga e Psicopedagoga)


ATENDIMENTO PSICOPEDAGOGICO


Sou participante em...

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...
Salmo 16:8 -
(Com ELE, nos FORTALECEMOS!)

Selinhos Amigos e Parceiros neste BLOG! OBRIGADA!